3 locais da casa que estão cheios de bactérias e você não sabia

Confira alguns lugares que merecem atenção especial durante a limpeza e saiba como garantir a higienização correta

Toda casa requer uma rotina de cuidados. Varrer o chão, retirar o pó dos móveis, lavar e guardar a louça, limpar a geladeira antes de guardar os alimentos, lavar as roupas, entre outros, são alguns exemplos disso.

Nesse sentido, é importante ficar atento à higienização correta dos espaços, pois o acúmulo de sujeira favorece o aparecimento de doenças. A falta de limpeza pode causar problemas de saúde como febre, vômitos, intoxicação alimentar, infecção urinária, diarreia, entre outros.

Por isso, se você está precisando comprar novos itens de limpeza para deixar a sua casa limpa e organizada, confira alguns lugares do seu lar que reúnem muitos microorganismos e merecem atenção especial.

Pias

O local é um dos que mais reúnem bactérias em uma casa. Além de concentrar umidade, a pia pode agregar os micro-organismos presentes na boca dos moradores da casa, quando localizada no banheiro, e restos de comida, se está localizada na cozinha.

Por ser o espaço em que se preparam as refeições, a cozinha é um dos ambientes que precisam de mais atenção na limpeza. Um estudo desenvolvido pelo departamento de Biomedicina do Centro Universitário UniMetrocamp Wyden, da cidade de Campinas (SP), indicou que a esponja de lavar louça reúne, em média, 440 fungos e 1,3 milhão de bactérias.

O recomendado é limpar as esponjas todos os dias colocando-as em uma solução de água sanitária em uma proporção de 100 ml do produto para cada 10 L de água. Se a esponja contiver íons de prata, não é preciso limpá-la diariamente. As esponjas devem ser trocadas semanalmente para reduzir as chances de contaminação. Vazamento de água em baixo da pia, também ajuda e muito na proliferação de bactérias.

O pano de pia, também utilizado no local, pode reunir 1,2 milhão de bactérias e 4 mil fungos. O número de micro-organismos do pano de pia o torna mais contaminado do que um vaso sanitário.

Utilizado para secar a louça, o pano de prato pode agregar 975 mil bactérias, enquanto o rodo de pia agrega 242,7 mil bactérias e 15.750 fungos. Os objetos também costumam ser guardados próximos à pia.

Outro item bastante contaminado são os lixos que ficam na pia. Se possível, coloque a lixeira no chão e, de preferência, prefira os modelos que contenham pedal, para evitar o contato entre este objeto e as mãos.

Madeira

A madeira é um material capaz de agregar uma grande variedades de microorganismos. Como ela absorve os odores dos alimentos e a água da lavagem, possui a tendência de acumular bactérias e, ao longo do tempo, apodrecer.

Por isso, é preciso higienizar com cuidado e regularidade todos os itens de madeira, desde tábuas até talheres, pisos e móveis. Limpe bem os panos e esponjas utilizados para limpar os itens e espaços de madeira, pois estes objetos também agregam bactérias e fungos diversos. 

Geladeira

Esse eletrodoméstico precisa ser limpo com cautela semanalmente. O cuidado é importante não só ao limpar a geladeira, mas também na maneira como os alimentos são armazenados dentro dela.

É essencial não deixar alimentos que exigem refrigeração em temperatura ambiente por mais de duas horas e não cobri-los nas primeiras duas horas dentro da geladeira, só depois desse tempo. 

Assim que chegar do supermercado ou da feira, é recomendado lavar as folhas em água corrente e, em seguida, passá-las em uma solução com água sanitária. Por fim, após a secagem completa de cada uma delas, deve-se armazená-las em sacos plásticos na geladeira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *